Justiça determina interdição do matadouro de Cedro de São João

Decisão judicial determinou o fechamento do local

A Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom) informou na tarde desta quinta-feira, 6, que por determinação do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), a Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) interditou o matadouro municipal de Cedro de São João.

Segundo a Secom, a interdição ocorreu porque a prefeitura do município não conseguiu cumprir a determinação expedida em 24 de julho deste ano pela desembargadora Elvira Maria de Almeida Silva, que havia dado um prazo de 120 dias para a adequação do ambiente e providência da Licença Ambiental da Adema.

Passado o período e não realizadas as adequações impostas, o município deve acolher a decisão de suspensão do abate de quaisquer animais e a respectiva comercialização de suas carnes, uma vez que, segundo o processo, o funcionamento irregular de um matadouro pode colocar em risco a saúde da população, como pode causar danos ao meio ambiente.

Prefeitura

Portal Infonet entrou em contato com a assessoria de Comunicação do município, que encaminhou a seguinte nota do prefeito Neudo Alves:

“O matadouro foi fechado por determinação da ADEMA, pois as licenças ambientais foram vencidas os prazos, as mesmas são praticamente impossíveis que o município venha conseguir devido às exigências que são tamanhas e o custo financeiro é muito alto para o município do porte de Cedro de São João e demais municípios. Cedro, há mais de 15 anos vem passando nesse sofrimento e funcionando através de liminar judicial. Portanto, estamos buscando os meios para vermos o que conseguimos de melhor para o nosso município e a nossa população, mas sempre respeitando as decisões judiciais e dos órgãos competentes”.

Por Yago de Andrade
Com informações da Secom

Comentários