Hospital Cirurgia MP e Deotap cumprem mandados de busca e apreensão

Ação é realizada em endereços residenciais e empresariais de ex-gestores

Útimas gestões da Fundação de Beneficência Hospital de Cirurgia são investigadas

Foi deflagada na madrugada desta quarta-feira, 19, a segunda fase da Operação Metástase, que investiga a prática de diversos crimes de corrupção e organização criminosa no âmbito das últimas gestões da Fundação de Beneficência Hospital de Cirurgia. A operação é realizada pelo Ministério Público de Sergipe (MP-SE). por meio do Gaeco, e o Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), com apoio operacional do Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) e da 3ª Delegacia Metropolitana de Aracaju, 

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão em endereços residenciais e empresariais, na residência de ex-gestores da fundação, além de sócios e o contador de empresas ligadas às investigações e ao Hospital de Cirurgia.

Por Ascom/MP |

Comentários